Quem é que nunca ouviu falar na bola de pilates, não é?! O acessório é versátil e hoje em dia faz parte de diversas modalidades de exercícios. Yoga, ginástica, pilates e fisioterapia utilizam o objeto. O interessante é que a bola de pilates pode ser utilizada para todos os públicos, sem restrição de idades.

Bola suiça de Pilates e Yoga

bola suiça de pilates e yoga

Bola suíça de Pilates / Yoga é ideal para quem busca aperfeiçoa-se nos exercícios físicos de pilates, yoga e fiitness, também pode ser utilizado para fin...

Também conhecida como bola suíça, o objeto surgiu em 1963 e foi desenvolvido por uma fabricante de plásticos italiana, a Aquilino Cosani. A empresa melhorou o processo de moldagens por punção, com o objetivo de fazer com que simples bolas de plástico se tornassem mais resistentes.

A primeira vez que a bola de pilates foi utilizada era para programas de tratamento destinado a bebês. Tempos depois, um diretor da Escola de Fisioterapia, na Suíça, utilizou o acessório para terapia física. Mais tarde, as técnicas flexíveis, provindas do auxílio da bola, passaram a ser disseminadas.

O termo bola suíça, contudo, só passou a ser utilizado quando os profissionais adaptaram as técnicas de fisioterapia para a América do Norte. Hoje, os exercícios com a bola de pilates não estão mais restritos à esfera médica, mas se incorporaram aos exercícios físicos em geral.

Finalidade da bola suiça 

A bola de pilates, que pode ser encontrada em diversos tamanhos, é utilizada para as mais diversas finalidades, desde um exercício mais complexo até um simples relaxamento. O objeto também é utilizado durante a realização do parto, para que a mulher grávida se exercite.

Excelente para exercícios de equilíbrio e para a estabilização da coluna, dos quadris e do tronco, a bola de pilates vai além e melhora a postura. Afinal, quando é feito o exercício de movimento, a pessoa começa a desenvolver consciência corporal.

Tamanhos mais comuns das bolas de pilates

A escola da bola de pilates irá depender do tipo de exercício que está sendo realizado e da altura e do tamanho da perna do aluno. As medidas mais comuns são:

  • 85 cm
  • 75 cm
  • 65 cm
  • 55 cm
  • 45 cm

Conforme a proporção mais geral, a bola de pilates pequena, de até 55 cm, costuma ser usada para pessoas de até 1,75 cm. Já a bola de pilates média se enquadra mais para indivíduos de até 1,95 cm. As bolas em tamanhos maiores são destinadas a pessoas que possuem mais de 1,95 cm.

Composição

Feita de borracha forte, dura e ultrarresistente, o material é capaz de suportar uma pessoa adulta que pese mais de 300 kg. Para o exercício de pilates, propriamente, o uso da bola inflada irá depender do que se almeja alcançar com a sua utilização.

As bolas mais duras ou mais infladas costumam ser mais instáveis, uma vez que não conseguem ter aderência com o solo. Por isso mesmo, se movem rapidamente. Já as bolas de pilates menos cheias são as mais recomendadas para a prática de exercícios.

Vantagens

A utilização da bola de pilates traz diversos benefícios para as pessoas. Por exemplo, com a bola por si só já é possível fazer exercícios, que geram a fortificação e a tonificação dos músculos.

Se por um lado os exercícios físicos são capazes de causar impactos nas articulações, o uso da bola de pilates faz com que o corpo receba com menos impacto esses exercícios. Consequentemente, o risco de lesões diminui.

As atividades mais comuns com a bola de pilates incluem os exercícios de costas e abdominais. Algum peso pode ser adicionado à atividade para melhorar o desenvolvimento tanto dos membros inferiores quanto superiores.

Um grande diferencial da bola de pilates é que o acessório também diminui o estresse e libera a tensão presente nos músculos.

Escolhendo a qualidade adequada

Antes de adquirir o acessório, no entanto, é preciso verificar a qualidade da matéria-prima que compõe o material. O material adquirido precisa ter mecanismo antiestouro, o qual evita que a bola estoure a qualquer momento e provoque acidentes.

Outros temas de interesse:

  • Posições de yoga: o yoga é uma prática milenar, muito conhecida por suas posturas (asanas). Conheça mais o que são e algumas das principais posições de yoga e seus grandes benefícios para corpo, mente e espírito.  
  • Curso de massoterapia: é difícil encontrar alguém que não goste de uma boa massagem. Hoje em dia, trabalhar como massoterapeuta é uma opção laboral muito interessante e existem ótimos cursos profissionalizantes para te ajudar com a sua formação.
  • Como meditar em casa: meditar é uma prática que só depende do nosso querer. Não requer recursos externos, somente nossa vontade, constância e dedicação. Pode ser feita em casa e traz inúmeros benefícios para quem a pratica.

 

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário